• CLOUD SAÚDE

CFM oferece certificado digital gratuito para médicos brasileiros

O Conselho Federal de Medicina (CFM) lançou hoje (01/12), em reunião com os presidentes dos Conselhos Regionais de Medicina (CRMs) e conselheiros federais, um novo serviço disponível a todos os médicos brasileiros: o Certificado Digital do CFM, gratuito para todos os médicos adimplentes com o sistema conselhal. No encontro, também foi apresentado a nova plataforma de prescrição eletrônica, disponibilizada em parceria com o Conselho Federal de Farmácia (CFF) e o Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI).




“É um momento histórico, um divisor de águas, em que colocamos em prática algo que estamos planejando desde 2019”, afirmou o presidente do CFM, Mauro Ribeiro.

“Estou muito orgulhoso de participar deste grande projeto, que vai impactar a vida do médico e trazer mais segurança à prescrição eletrônica”, completou o 1º secretário e Coordenador da Tecnologia da Informação do CFM, Hideraldo Cabeça. “Este é um momento muito especial. Dá muita satisfação ver funcionar algo que planejamos com tanto carinho”, ressaltou a secretária-geral, Terezinha Ribeiro.


O lançamento contou com a participação da vice-presidente do Conselho Federal de Farmácia, Lenira da Silva Costa, e do conselheiro Luiz Gustavo Pires. Também participou da solenidade o representante do Instituto de Tecnologia da Informação (ITI), Ruy Ramos. Lenira Silva elogiou o CFM pela iniciativa e adiantou que o CFF planeja, num futuro próximo, oferecer o mesmo serviço aos farmacêuticos. Já Ruy Ramos ressaltou que o Certificado Digital do CFM vai impactar positivamente a sociedade, pois, a longo prazo, vai acabar com a falsificação de carimbos.


Certificado Digital

Para obter o Certificado Digital do CFM, o médico deve procurar o seu Conselho Regional de Medicina (CRM). Quem está com os dados biométricos atualizados poderá emitir o certificado pelo CRM Virtual, mas quem apresentar algum problema na biometria, ou o CRM ainda não disponibilizar o serviço virtualmente, terá de agendar a captura das digitais. Neste primeiro momento, alguns CRMs ainda não estão habilitados para emitir o Certificado Digital do CFM.

Hideraldo Cabeça explicou que o uso do Certificado Digital do CFM já está impactando positivamente na emissão de receitas digitais. “No último mês, implantamos vários projetos-piloto nos CRMs, que começaram a emitir os certificados paulatinamente. Com isso, a emissão de receitas digitais pelo site prescrição eletrônica que giravam em torno de 80 mil por mês, pularam para 200 mil”, informou.


Prescrição Eletrônica

O CFM também lançou na manhã de hoje o novo site ww.prescricaoeletronica.cfm.org.br. Se antes o médico precisava baixar um PDF para assiná-lo digitalmente, agora vai fazer a prescrição diretamente na plataforma e enviá-la por e-mail ou whatsapp para seu paciente. A plataforma é totalmente gratuita e tem validade em todo o território nacional.

Assim como a plataforma anterior, criada em abril de 2020, a nova ferramenta é fruto da parceria do CFM com o Conselho Federal de Farmácia e o Instituto Nacional de Tecnologia da Informação.

O presidente do CFM, Mauro Ribeiro, agradeceu a participação do CFF no projeto, já que o apoio do farmacêutico é primordial na dispensação do medicamento que o médico vai prescrever de forma eletrônica. “O envolvimento de todos neste projeto mostra que podemos caminhar juntos”, afirmou. Lenira Silva, do CFF, ressaltou que a prescrição eletrônica resolveu o problema da legibilidade das receitas e trouxe mais segurança na dispensação.



Fonte: Medicina S/A